Boto as mãos à cabeça cada vez que leio análises sobre estratégia IA na UE que, no melhor dos casos, além do técnico-informático enfatizam o jurídico-legal... sem incidir no essencial: o ético e filosófico. Nunca tanta falta as Humanidades figérom falta, digo como STEM.

Como os informáticos ainda completamos os estudos universitários sem o equivalente a um juramento hipocrático como o dos médicos, nom o entendo.
Por onde às carniçarias lhes chamam talho?
Nós à chicha do caldo sempre lhe dixemos talhada.

Traise unha tarteira
e con moita calma,
vanse n'ela pondo
o pan e as talladas.


Salvador Golpe, c. 1908 (?)

Este é o Deus dos feixistas

<cite>Este é o Deus dos feixistas</cite>

As histórias que contam os registros de migrantes (III)

Affidavit of the Master or Commanding Officer (...)

Sworn to before me this Twentyeighth day of February, 1939 at New York, N. Y. [handwritten signature] Inmigrant Inspector.

14-430

Instructions for Preparing Alien Manifests

(...) (Race or people).-See list of races on back of this seet. The entry should show the race or people as given in said list.
Special attention should be paid to the distinction between race and the country of which citizen or subject, country of last permanent residence, and country of birth, and manifests should be carefully revised by inspectors in this regard. For instance, "France" appearing under the head of country does not mean "French" by race or people, and, similarly "French" appearing under the head of race or people does not mean "France" by country. An Irish, German or Hebrew alien by race might properly come under the heading of England, Switzerland, or any other country. In this connection the following distinctions should be especially observed:

CUBAN

The term "Cuban" refers to the Cuban people (not Negroes).

WEST INDIAN

"West Indian" refers to the people of the West Indies othar than either Cuban or Negroes.

SPANISH AMERICAN

"Spanish American" refers to the people of Central and South America of Spanish descent.

NEGRO

"Negro" refers to the African (black), whether coming from Cuba or other islands of the West Indies, North or South America, Europe or Africa. Any alien with admixture of blood of the African (black) should be classified under this heading.

(...)

14-430 U. S. Government Printing Office

As histórias que contam os registros de migrantes (II)

Em 1939, no exílio além do oceano e depois de terem tido Barcelona como última morada, o casal formado por Afonso Daniel Rodríguez Castelao e Virxinia Pereira Renda, junto co seu secretário Luís Soto Fernández, viajam no vapor Oriente que vai de Cuba para os EUA.

As histórias que contam os registros de migrantes (II)

Castelao tinha o cabelo e os olhos castanhos e media 1.77 de estatura. Virginia, 1.57 m.

A persoa mais próxima para eles no momento devia ser o seu amigo Avelino Rodríguez, que os deveu hospedar na Havana, aqui:

As histórias que contam os registros de migrantes (II)

Figeram um percorrido por Cuba antes de voltarem aos Estados Unidos:

As histórias que contam os registros de migrantes (II)

Este seria o hotel em que se hospedaram em Nova York:

As histórias que contam os registros de migrantes (II)

Precisamente nessa cidade e nesse ano expedirá-se-lhe a Castelao o passaporte co qual seis anos mais tarde viaja desde a Argentina ao México atravês do Brasil:

As histórias que contam os registros de migrantes (II)


Por muito que se figer no âmbito cultural, a normalizaçom linguística é isto.
Em retrospetiva, é provável que nunca meio litro de cerveja o tomasse com tanto gosto e facilidade.

Eis os nomes dos lugares da freguesia de S. Gião de Moraime porque sim, porque gosto, porque me peta e quero e dá-me a gana.

Albergaria
Anhobres
Armear
Baiuca
Bergantinhos
Bouças
Cartel
Casas Novas
Castelos
Chorente
Condominha
Figueiras de baixo
Figueiras de riba
Labejo
Lourido
Moraime
Moinhos
Orujo
Ribas
Risamonde
Serantes
Vila Maior
Vilarinho
Jançom
Jurarantes

Que cousa mais bonita, par favar!
Dica: lembra que na escrita ILG-RAG se distinguem
- a vogal fechada sem ´
- a vogal aberta com ´

Entrar-lhe a umha moça perguntando-lhe de qual isoglossa é.

-Buah tia, é que o teu rotacismo é maço sexy
-Rotacirmo
-Isso, desculpa

As histórias que contam os registros de migrantes (I)

Manuel Castiñeira (n. 1896), solteiro, bombeiro naval corunhês que trabalhava no porto de Nova Iorque, é chamado a filas polos EUA no final da I Guerra Mundial, ao que alega que seus pais dependem del.

Contemporâneo del é José Castiñeira (n. 1888), tamém bombeiro corunhês em NY, a onde chegara de Buenos Aires. Tem a esposa e três filhos morando na Corunha.

As histórias que contam os registros de migrantes (I)

Para solicitar a naturalizaçom, cousa que fai em 1933, quando levava treze anos de casado e coa família ainda na Corunha, tem que declarar que:

I will, before being admitted to citizenship, renounce forever all allegiance and fidelity to any foreign prince, potentate, state, or sovereignty, and particularly, by name, to the prince, potentate, state, or sovereignty of which I may be at the time of admission a citizen or subject; I am not an anarchist; I am not a polygamist nor a believer in the practice of polygamy; and it is my intention in good faith to become a citizen of the United States of America and to reside permanently therein


Que o doméstico nom quite o cortês. Mantende-me as formas com quem partilhardes lar ainda que for em castelhano antigo de juja.

Antergos de primeiros do s. XVII

1614 e 1606. Datas de nascimento dos meus antepassados mais remotos de quem tenho notícia graças à investigaçom del mio padrone. Dá vertigem.

Com Domingos, o primeiro, galego, ainda partilho apelido. Co segundo, Vicent Benet, nom, perdeu-se coa minha tataravoa valenciana.

Porém a linha completa até Vicent tenho-a, enquanto o quebra-cabeças para chegar a Domingos está incompleto desde o tataratataratataravô (o avô do avô de meu avô) para trás e a data mais remota registrada nesta linha é 1780, o que, para quem investigamos este tipo de cousas, vem sendo "antes de ontem pola tarde".


Ontem estava vendo umha película e fazendo burraganchos quando velaí vos vem Morrissey. Hoje dim-me que vai ter disco novo. Casualidade? Acho que nom.