Adivinhem a localidade

Adivinhem a localidade
Live feed from Vigo



Se houvo um único sítio em Compostela ao que lhe ganhei carinho como ao lar e onde me tratárom como se fosse a minha casa foi este.

Que o 2020 tamém levasse por diante este local dá-me umha pena enorme.

Eternamente grato a quem o levou e a quem atendeu mesas estes anos todos.

Vistas nos últimos tempos

Vistas nos últimos tempos

... como se em vez de virem doutro continente vinhessem doutro planeta.
Sempre me fixo nos territórios régios que se listavam no encabeçado dos documentos antigos.

P. ex. em 1232: Fernandus. Dei Gª Rex Castelle et Tolleti, Legionis et Gallecie

ou em 1293: d. Sancho... Rey de Castilla, de Leon, de Tolledo, de Galliça, de Sevilla, de Cordova, de Murça, de Jahen e del Algarbe

Santa María de Monfero en su documentación (1088-1300)

... é o número (XVI) monográfico da revista Nalgures da AEHG, dedicado ao trabalho dumha vida: 680 páginas coa paixom investigadora do erudito corunhês José Luis Sangil (1938-2016) e coa contribuiçom de María Josefa Sanz e Manuel Vidán.

Atençom xs interessadxs em História. Tamém quem tiver interesse no galego medieval.

Se nom erro o documento mais antigo em galego transcrito no volume é este do ano 1177:

<cite>Santa María de Monfero en su documentación (1088-1300)</cite>

A publicaçom recolhe muitos outros, de 1257 e posteriores, nos que podemos ler escritas e fórmulas como Et defendo firmemente que nenguu non seia ousado de mina parte nen doutra que esta doason posa embargar que eu dou a isse moesteiro devandicto.

Trabalhei um ano informaticamente cos índices do Mosteiro de Monte de Ramo e ver este trabalho impressiona. Parabéns a todxs xs implicadxs!
Dous princípios que o bisavô, que foi criado na filosofia da autosuficiência dumha família de torreiros de farois e que depois trabalhou de carpinteiro e na fábrica de armas, ensinava aos seus:

  1. Quando se amanhar algo nom é para que fique como estava antes de se estragar senom para que fique melhor do que estava;
  2. Se fixares algo num móvel, numha parede, onde for, e vier um tremor de terra, que antes caia a casa mas que isso que figestes fique em pé.


(e nunca deixo de pensar que estes dous conceitos tam simples, de tam bons que som universalmente, se se derem aplicado em concreto à engenharia informática, contribuiriam enormemente à crescente fortaleza dos sistemas)


OK, Google, but you are in the verças.
Boíssima esta explicaçom de P. Mendes a T. Mendonça via Priberam:

- Pergunta: (...) Qual é a forma correta: "para Carlos não lhe perturbava a existência, ou mesmo a necessidade dos movimentos da vanguarda" ou "para Carlos não o perturbava a existência, ou mesmo a necessidade dos movimentos da vanguarda"?

- Resposta: (...) trata-se de informação lexical (...) e para a qual não há regras fixas. (...)

(...) depende [de] (...) se o verbo selecciona um objecto directo (ex.:
comeu a sopa = comeu-a) ou um objecto indirecto (ex.: respondeu ao professor = respondeu-lhe) (...)

O verbo
perturbar, quando usado como transitivo, apenas selecciona objectos directos não introduzidos por preposição (ex.: a discussão perturbou a mulher; a existência perturbava Carlos), pelo que deverá apenas ser usado com pronomes clíticos de objecto directo (ex.: a discussão perturbou-a; a existência perturbava-o) e não com pronomes clíticos de objecto indirecto.

Assim sendo, das duas frases que refere, a frase “para Carlos, não o perturbava a existência, ou mesmo a necessidade dos movimentos da vanguarda” pode ser considerada mais correcta, uma vez que respeita a regência do verbo perturbar como transitivo directo.(...)



Nom queiramos o leísmo reinante/tolerado no castelhano (*le mató) para o galego (matou-no)

(Le mató ¿qué? ¿le mató el perro?)

*exemplos em El País

Máis información


As partes de Black'47 que estám dialogadas em irlandês levam legendas em inglês com umha soluçom que me pareceu magnífica.

O filme nom é nada do outro mundo, segue cliché da vingança solitária contra um poder superior perverso mas reflite atravês de cenas icônicas os diversos aspetos da ocupaçom: policial, social, económico, político, judicial, religioso, linguístico... até comporem um sumário breve mas eloquente; menos superficial do que o argumento -com um ar à la Rambo- pode sugerir a priori.



Weaving e Rea som o melhor quanto a interpretações.

Mais outro título, em qualquer caso, nesse aparente género cinematográfico que nom saberia qualificar de britofobia ou anglofobia ;-)

Especialmente sugerida para amantes do western e similares.

Toponímia da Corunha que desconhecia

Toponímia da Corunha que desconhecia
Toponímia da Corunha que desconhecia
Toponímia da Corunha que desconhecia

- da Silva para lá:
Maçaído
Comeanda
Gatom
a Moura
Borroa
Naia
- a pé das Vinhas:
o Bosque
a Cova
- alá do Castrilhom a Pena Moa:
Agramonte
o Corgo
- por Peruleiro:
caminho do Pinheiral
Figueiras
o Barral