Oáñez versus Oanes

A tal hora com textos de 1767 de naturais do Reyno (sic) de Catalunha que emparentárom em terra galega. E vendo tamém apelidos galegos perdidos na escala local do trabalho em questom.

Por exemplo, Gundumil, umha persoa nascida em 1759. Pode oscilar a escrita, claro.

Ou Oanes, nunca conhecim ninguém com esse apelido, que entendo se corresponde co castelhano Yáñez. Os apelidos en galego: orientacións para a súa normalización da RAG di (...) poderase optar entre (...)  formas dialectais xa existentes no noso corpus toponímico ou antroponímico (Goiáns/Goiás ou Eanes / Ianes / Oanes / Anes / Enes, por exemplo)..

Oáñez versus Oanes
66 = https://academia.gal/documents/10157/704901/Os+apelidos+en+galego.pdf

O INE nom dá Oanes. Na segunda metade do século XVIII vim que aparecia a forma castelhanizada Oáñez. Luís P. Castelo, nom obstante, di-me que el tivo umha companheira de aulas de Camarinhas que se apelidava assim. Ainda bem!

Como mostra, Michaela Oanes: nasce em Mogia no s. XVIII. Tem cinco filhos, quatro inscritos co seu apelido, um quinto como Oáñez. Que apelido levarám hoje em dia os seus descendentes...?

Oáñez versus Oanes

Iván Fontão manda-me este mapa:

Oáñez versus Oanes

e comenta Pode ser que não se transmitisse, pero justo nessa zona é onde se conserva o apelido Oanes (na Corunha e em Ferrol será por migrações recentes seguramente). Também aparecem 11 Yáñez em Mogia, pero não noutros concelhos da zona. Essa é a castelhanização mais típica.

Estevo comenta-me um caso significativo da parte da bisbarra de Ferrol, umha família que por nome da casa som os d'Eanes... mais na documentaçom som Yáñez. Algo similiar poderia ter acontecido cos descendentes de Michaela, salvo que sejam dos de Camarinhas que dizia Luís ou doutro galho semelhante. Outro caso análogo que dá Estevo -e é da mesma paróquia- som os de Martís, quem oficialmente levam o apelido Martínez.

Existem mais de 17.000 apelidos galegos únicos que estám em vias de extinçom, reportava o Faro de Vigo. Algum matemático deveria modelizar como desaparecem (provavelmente já esteja feito, mas como nom som experto em antroponímia desconheço-o).