Espanha = educaçom privada paga com dinheiro público

Agora resulta que à educaçom pública lhe hai que pôr o apelido de gestom direta. Só hai umha educaçom pública.

E que a privada esteja competindo continuamente polos recursos é o efeito direto do perverso do modelo espanhol: educaçom privada pagada com dinheiro público.

A batalha atual, da que o último episódio nem está escrito (há-se ver em que acaba tudo): La comisión de reconstrucción mantiene su rechazo a que la escuela concertada reciba inversión extra

O contexto é o gram negócio da escola privada subvencionada: España, entre los países de Europa con menos escuela pública y más concertada

Espanha = educaçom privada paga com dinheiro público

Um modelo totalmente ruim em que se chega a ceder solo público para negócios privados sostidos com fundos públicos.

No entanto, em Portugal em 2019:

Espanha = educaçom privada paga com dinheiro público