Santa María de Monfero en su documentación (1088-1300)

... é o número (XVI) monográfico da revista Nalgures da AEHG, dedicado ao trabalho dumha vida: 680 páginas coa paixom investigadora do erudito corunhês José Luis Sangil (1938-2016) e coa contribuiçom de María Josefa Sanz e Manuel Vidán.

Atençom xs interessadxs em História. Tamém quem tiver interesse no galego medieval.

Se nom erro o documento mais antigo em galego transcrito no volume é este do ano 1177:

<cite>Santa María de Monfero en su documentación (1088-1300)</cite>

A publicaçom recolhe muitos outros, de 1257 e posteriores, nos que podemos ler escritas e fórmulas como Et defendo firmemente que nenguu non seia ousado de mina parte nen doutra que esta doason posa embargar que eu dou a isse moesteiro devandicto.

Trabalhei um ano informaticamente cos índices do Mosteiro de Monte de Ramo e ver este trabalho impressiona. Parabéns a todxs xs implicadxs!