Nolite te bastardes carborundorum, bitches


É do '85 e juraria que a vim entom no cinema. Sei que só a vira umha vez e esta passada madrugada voltei a vê-la. 32 anos depois, mantém o nível.

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына

Белые ночи почтальона Алексея Тряпицына



-It is not forbidden. I just don't want to speak it, that's all.

-You may not want to speak it but I will make sure that you don't forget it.

Go, chief!

We will repel bullies, we will shelter outcasts and freaks, those who have no home, we will get past the lies, we will hunt monsters. And when we're lost amidst the hypocrisy and the casual violence of certain individuals and institutions, we will — as per chief Jim Hopper — punch some people in the face when they seek to destroy what we have envisioned for ourselves and the marginalized.


"Stranger things": A+

Um pode apanhar todos os ingredientes da fórmula que for, nengum realmente original, e fazer umha mistura que nom calhe; sem entidade, sem corpo, sem espírito. Qualquer um pode tomar de "Stand by me", "The Twilight Zone", "Poltergeist", "Carrie", "E.T.", "The Breakfast Club"... mas o acerto de "Stranger Things" é que no minuto dous deixa de importar precisamente essa suposta falta de originalidade e a história em si monopoliza o centro do foco.

"Stranger things": A+

A série está construída solidamente, co ritmo acertado, personagens arquetípicos mas conduzidos com coerência e verosimilitude, bons diálogos, interpretações mais que corretas -os nenos estám fantásticos-, umha narrativa visual clara e impecável, umha produçom acertadíssima, e tudo isso nom como um conjunto de farrapos juntados casualmente, senom como um relato unitário, umha verdadeira película. Só que umha película de oito horas de duraçom, que se pode ver por partes (eu, em três sessões) e cuja trama se vai desenvolvendo gradualmente, co tempo perfeito.
Além do medinho que passei nos primeiros episódios -já me conheceis-, por muitas piscadas à "Guerra das Galáxias", "Dragões e Masmorras", The Clash, etc que tenha anedoticamente, e que ligam cos pequenos Goonies que fomos nos 80 (coas nossas BHs e lanternas e cabanas nas hortas e cómics da Patrulla-X e histórias de medo a pé do lume do lar os dias que marchava a luz)... som todos porém complementos na obra. Nom som o cerne do relato; o relevante som os personagens, o que lhes passa e o caminho que cada um tem que percorrer. E isso, em termos de história, está mui bem levado. Nom é nostalgia, é que é umha boa série, que che fai rir, assustar-te, duvidar sobre o que está passando, temer polos protagonistas... um trabalho digno de estar nos anais do seu género. Cos seus momentos de comédia, romance, thriller, sci-fi e terror.
E depois está o amor. O amor que sentimos por El nom é fictício. Aí está a magia do invento. É mui infrequente que numha série haja tantas mostras de afecto como nesta: acolhida entre desconhecidos (a mesa do cozinheiro, a caminha no soto, ...), amizade entre nenos, amor infantil, amor juvenil, solidariedade entre adultos. A série está cheia de mãos que se esticam e se estreitam para ajudar a outro/a. De biquinhos e abraços. Nom me digais que isso sobra.
Nem na TV nem no mundo.

"Stranger things": A+

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo

Um 2016 altamente cinéfilo


Depois de "Heaven's gate", a de Cimino de 1980, esta "The claim" (2000) de Winterbottom deve de ser o melhor antiwestern que tenha visto. E ao igual que aquela, meteu-se umha óstia criminal na bilheteira.

Nom hai um só plano deste filme que nom me pareça perfeito.

Até sempre, Justified

Hell, yeah, I got a badge. And I got balls like Death Stars. Let's do this

Bob Sweeney

Até sempre, Justified

Guy on his way down who has apparently killed more people than malaria

Wynn Duffy

Até sempre, Justified

Do you think I could ever be the kind of woman who belongs in these clothes?

Ellen May

Até sempre, Justified

Gonna quit tomorrow

Colton Rhodes

Até sempre, Justified

Why can't it be like that again, Boyd?

Dewey Crowe

Até sempre, Justified

This is the bad part, but it doesn't last long

Mags Bennett

Até sempre, Justified

-We dug coal together
-That's right


Até sempre, Justified

Could play this on repeat all night long ^__^



Ava, Boyd, Rayland... A hora da verdade! A 6ª e final inicia em 4 dias. À parte de que deixará um dos melhores seriais policiais dos últimos, a banda sonora vai ser para rememorar. Momentaços musicais como a contribuiçom de Dave Alvin.





Justified S4 E4 (Jan 29th, 2013)

Ennio Morricone. C'era una volta il west

Quinze para Sergio

Stand by me (1986)
A Bronx Tale (1993)
Carlito's way (1993)
Karigurashi no Arietti (2010)
Los tres entierros de Melquíades Estrada (2005)
Gattaca (1997)
Nebraska (2013)
C'era una volta il west (1968)
Unforgiven (1992)
Close Encounters of the Third Kind (1977)
The Empire Strikes Back (1980)
Last of the Mohicans (1992)
The Godfather (1972)
Kikujirô no natsu (1999)
Tôkyô monogatari (1953)