A vingança do aluno que a professora de Lengua Española ridiculizava foi um dicionário cujas definições começavam todas por "Es cuando..."
Falando del perguntárom polo seu preço e alguém que o conhecia dixo que seria barato, que custaria aí o que um traidor.
Desfrutou despreocupadamente do hotel de luxo até descobrir que o sabonete estava feito co trabalho de presidiárias.
Dormia pouco para enfrentar a morte de cara. Mas como dormia pouco se a enfrentava a meio adormecer tampouco nom passava nada.
Lia sempre mais de um livro ao mesmo tempo e pola sua má memória misturava argumentos e protagonistas.
Nunca se deu conta de que as suas versões eram melhores.
El guardava os emails da persoa amada; todos, porque às vezes, ao relê-los um tempo depois, diziam algo totalmente distinto.
Só heroína dentro. A falta dela. Assaltou a padaria. Sem alento à carreira, apanhárom-no. Derom-lhe de almorçar ali.
Ali os papeis nunca se molhariam de água salgada. Era 1 país q tinha o arquivo da marinha a 254 km do porto + próximo.
Navegara co pai no lugar "das Baleas". A escola falava 1 idioma: o cetáceo chama-se ballena. Só de maior se deu conta.

O mais duro de ser um vaqueiro hipster...

O mais duro de ser um vaqueiro hipster...
©
... era escolher com que chapeu sair à rua cada dia.