Nom é que o argumento me diga muito ou, minto, parece-me bem, mas som os tics do gênero no desenvolvimento daquel os que nom me prestam muito. Porém hai que reconhecer que desenhado está a conciência e à narraçom nom lhe ponho eiva. Tamém chama a atençom a tensom (???) sexual, sob umha premissa bem inusual. Em conjunto nom está nada mal.


De todas formas se o menciono é polo único que me maravilhou completamente: a parte do miúdo fascinado co ofício do ebanista e as explicações que dá o artesám. Isso foi sobérbio.