Não tenho lido nenhuma obra de Neil Gaiman que lembre com especial estima além de Sandman. Os 75 números e os dois monográficos de Morte continuam compondo uma das minhas obras de BD preferidas, na que não incluo nem Endless Nights nem outras coisas vinculadas. Atualmente vou com muita demora lendo a nova minisérie e de momento estou desfrutando imensamente. Um argumento interessante e um magnífico desenho. Não desmerece a mítica coleção que a precede.